Engenharia Mecânica da Unipampa é a segunda melhor do Brasil

Com apenas oito anos, como Universidade, a Unipampa de Alegrete  se destaca em qualidade de ensino e pesquisa. Neste contexto, o curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Pampa é o segundo melhor do Brasil e primeiro da região Sul, conforme a avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC) divulgado em dezembro de 2015 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP). Com conceito contínuo 4,097 e conceito na faixa 5, o bacharelado oferecido no Campus Alegrete só ficou atrás do reconhecido Instituto Militar de Engenharia (IME).

O resultado foi comemorado nas redes sociais por egressos, alunos e servidores da Unipampa, e especialmente pelo coordenador, professor Tonilson de Souza Rosendo. A conquista é ainda mais significativa pela história recente da instituição, criada por lei em 2008, e pelo esforço despendido por alunos e professores no ensino e na pesquisa. Ele comenta que quando se estava criando a proposta curricular do curso, há alguns anos, os docentes espelharam-se nas experiências de instituições mais tradicionais. “Buscamos nelas o que havia de melhor em cada proposta e adaptamos para a nossa realidade”, explica Rosendo. O coordenador também destaca como essenciais a colaboração de alunos, professores, servidores técnico-administrativos e funcionários terceirizados para a obtenção do conceito na avaliação.

 

 

O reitor da Unipampa, professor Marco Antônio Fontoura Hansen, destaca que a equipe da Reitoria recebeu a notícia com muito orgulho. O gestor também aponta o trabalho realizado na Engenharia Mecânica como exemplar para que outros cursos avancem rumo à excelência.

O perfil do curso

O engenheiro mecânico formado pela Unipampa adquire um perfil e uma base de conhecimentos generalista. A ideia é preparar um profissional capacitado para atuação em qualquer setor. Com a base generalista, fica mais fácil também buscar saberes em especialidades como as requeridas pelos setores automotivo, aeronáutico e petroquímico, por exemplo, além do aperfeiçoamento acadêmico via pós-graduação.

 

 

A equipe de docentes soma 14 pesquisadores, incluindo um novo professor recém-contratado. Nesse time, há dez doutores e quatro mestres.  Além do contato com essa equipe, os alunos podem contar com uma infraestrutura laboratorial ainda com margem de expansão, que permite a realização de diversas atividades práticas relacionadas aos componentes curriculares do curso. Isso agrega muito à formação dos alunos, fazendo um importante link entre os fundamentos científicos e a prática de engenharia.

CPC e IGC

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é atribuído aos cursos que realizaram, em 2014, o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). O CPC é um indicador de qualidade que avalia os cursos superiores. Para o cálculo, avalia-se o desempenho dos estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos, conforme orientação técnica aprovada pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior.

No CPC 2014, outro curso obteve conceito 5: o de licenciatura em Ciências Biológicas, em funcionamento no Campus São Gabriel. Outros 13 cursos da Unipampa obtiveram nota 4, a segunda melhor nota na escala do CPC, e três obtiveram notas 3. Três não receberam conceito por não terem recebido reconhecimento do MEC até a data de fechamento do CPC, indicando que não foram avaliados. Confira o infográfico com os resultados.

Please reload

Featured Posts

Eletroeste e IAC/ITF instala os primeiros medidores de vazão no projeto do Rio Formoso

May 20, 2017

1/1
Please reload

Recent Posts

June 15, 2018

March 22, 2018

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square